ColunistasCOLUNISTAS

Wagner Pontes

Autor: Wagner Pontes

Sorocaba e região no ranking de cidades empreendedoras

19/6/2022 - Sorocaba - SP

A cidade de Sorocaba que possui quase 700 mil habitantes é considerada uma das mais populosas do interior de São Paulo, e está entre uma das melhores cidades para se investir. Sorocaba também ficou no ranking das cidades mais empreendedoras, ocupando o 32.ª lugar deste ano. Confira a seguir mais informações sobre como o levantamento foi feito e como a cidade chegou ao ranking das cidades mais rentáveis.

Sorocaba é uma das líderes em índice de empreendedorismo

A cidade que movimenta aproximadamente R$ 80 milhões de dólares por mês com 'porto seco' e se tornou uma das melhores para os empresários. De acordo com a pesquisa da revista internacional do grupo Financial Times, Sorocaba está entre as cidades com melhor potencial e capital econômico, qualidade de vida, receptividade para novos negócios, e melhor custo-benefício.

Assim, Sorocaba ficou em quarto lugar na categoria custo-benefício para investimentos, ficando atrás apenas das cidades de Ribeirão Preto, Rosário (Argentina), Assunção (Paraguai), e outra cidade do interior paulista. Ainda de acordo com um levantamento feito pelo Governo Federal de São Paulo, a cidade tem um dos maiores números de MEIs do estado, com o total de 59.518, de acordo com dados do mês de junho de 2021.

Por fim, estes dados juntamente com avaliação da Sedettur (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo), provam que Sorocaba é exemplo de cidade industrial com capacidade e vocação para novos empreendimentos.

Sorocaba é uma das melhores cidades para investimentos

Sorocaba tem uma das maiores rendas familiares da cidade de São Paulo. De acordo com a pesquisa realizada em junho de 2021, da Geofusion (empresa especializada em inteligência geográfica de mercado), a renda média familiar é de R$ 5.159,00.

Essa renda é superior à renda média dos brasileiros, 32% a mais que o normal, cerca de R$ 3.900 e R$ 4.982 em cidades mais próximas a capital paulista. Nesse sentido, a cidade sorocabana recebe muitos investimentos de empresas, como, por exemplo, a chegada da Toyota na cidade, incentivando novos empregos e renda para a população.

Além disso, outro destaque da cidade é a modernização estrutural que tem acontecido, o que acaba atraindo mais empresários a querer investir.

Secretaria de Planejamento e Gestão investe em projeto para uma comunicação mais rápida

Há dois anos, a secretaria de Planejamento e Gestão começou a investir em um projeto chamado Infovia, com objetivo de oferecer comunicação rápida e segura entre municípios, facilitando serviços e acessos aos cidadãos.

O projeto tem como base o Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PDTI) da Prefeitura, que levará uma rede formada por 270 quilômetros de fibra óptica interligando todos os órgãos públicos.

Esse sistema permitirá maior velocidade na transmissão de dados e informações de vários serviços públicos, como, por exemplo:

O atual prefeito da cidade Antônio Carlos Pannunzio (PSDB), disse que o diálogo entre o poder público municipal, universidades e o setor empresarial, são os principais responsáveis pelo bom posicionamento e desenvolvimento de Sorocaba. Assim, Sorocaba está entre as 15 melhores colocadas em capital humano e inovação. 

Dificuldades a serem trabalhadas na cidade 

Apesar de todo o incentivo ao empreendedorismo e inovação na cidade sorocabana, a principal dificuldade está no tempo de abertura de empresas, regularização de imóveis, custo dos impostos e obrigações tributárias.

De acordo com a pesquisa, o tempo de abertura de empresas em Sorocaba é de 107 dias e de 94 para a regularização de imóveis comerciais no caso da abertura de grandes empresas consideradas de alto risco.

Essas empresas demandam autorizações de outros órgãos estaduais, caso da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), por isso a abertura e regularização compreendem mais dias.

Por outro lado, empresas menores, consideradas de baixo risco, tem um prazo menor para abertura e regularização, de cerca de 2 dias.

Outra deficiência são os impostos municipais, como, por exemplo, o ISS (Imposto sobre serviço de qualquer natureza), considerados altos e que precisam de esforço do poder público para facilitar o incentivo a novos empreendedores.

Contudo, apesar de Sorocaba ser predominantemente industrial, ela não se delimita a um setor específico, diferente de outras cidades do interior com vocação determinante, como, por exemplo, a indústria aeronáutica ou automobilística.

Portanto, os indicadores das pesquisas são de ajuda ao poder público no planejamento de mudanças na melhora do ambiente regulatório as empresas, atraindo novos empreendedores para a cidade.

 

 

Compartilhe no Whatsapp